Você também pode montar seu ESC de forma fácil

É bem verdade que vivemos dias onde o motor sem escovas está por todo lugar. Tratam-se de motores com uma série de vantagens sobre os motores com escovas. Em um post próximo falarei em mais detalhes a respeito desses motores. Porém mesmo com muitos pontos positivos sobre os escovados, esses últimos ainda tem seu espaço. É comum nos depararmos com ela sendo usado em várias aplicações. O mais comum é encontrar eles em barcos e carros RC. Mas como disse, esses dois tipos de modelos mencionados podem também utilizar-se dos brushless (sem escovas).

Em um recente projeto meu, fiz uso do famoso motor 550. Trata-se de um bichinho bruto que usa 12 Volts de alimentação e consome uma corrente de cerca de 4A com carga. Para você ter uma ideia esse motor é utilizado em parafusadeiras potentes. É claro que usa-se uma caixa de redução para que seja possível aumentar a força do mesmo.
Para controlar os motores, tanto escovados como os sem escovas nos vários modelos, precisamos do que é conhecido como ESC – Eletronic speed control. O ESC para motor sem escovas é diferente do ESC para motor de escovas. A diferença básica aos olhos é que o ESC para brushless possui 3 fios, já o outro ESC possui somente 2 fios em um dos lados. Esse lado é o que faremos a conexão com o motor. Se for escovado, temos somente 2 fios.

O ESC é um componente que pode ser comprado diretamente em uma loja de modelismo. Porém caso deseje, saiba que é possível construir um mesmo sem conhecer profundamente sobre eletrônica. A base do projeto é um servo mecanismo. Mas como assim, você deve estar se perguntando. Te explico em detalhes. Para fazermos a conexão do nosso ESC com o receptor precisaremos de uma eletrônica que faça a identificação da posição do stick do controle remoto. Para fazermos isso através do uso de componentes eletrônicos, seria muito trabalhoso e necessário maiores conhecimentos de eletrônica por parte de vocês. Mas podemos utilizar a pequena eletrônica que existe dentro de um servo e assim a nossa montagem vai ficar muito mais simples.

Com o uso dessa plaquinha que existe no servo, podemos simplesmente adicionar mais 2 componentes e o circuito está pronto. Esses dois componentes são: resistor e transistor. O que ocorre é que quando acionamos o stick o transistor vai sendo sensibilizado e ele vai permitindo circular corrente pelo motor que está ligado a ele. O transistor é um componente ativo no circuito e por isso ele vai esquentar quando em funcionamento. Dessa forma, é importante instalar o que chamamos de dissipador de calor nesse componente. O dissipador é uma placa de alumínio que faz com que o seja retirado o calor do componente. É muito comum utilizarmos também uma pasta para facilitar essa transferência de calor. Essa pasta é conhecida como – Pasta Térmica.

O circuito funciona perfeitamente. Utilizo ele em dois barcos meus e nunca deram problema. Quer dizer. Uma vez deu um problema sim. Estava navegando com um barco em um espelho d água. Quando veio uma rajada de vento muito grande. O local favorece a ocorrência de ventos canalizados. Resumindo, o barco virou e queimou o ESC caseiro. Mas tirando esse pequeno detalhe o circuito funciona muito bem.

Você também vai gostar de ver:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *