Como ligar qualquer dispositivo através do seu controle remoto – Acenda LEDs e acione motores

Para você que é adepto do faça você mesmo por meio da eletrônica, tenho uma dica bem legal. Aprenda aqui como acionar dispositivos remotamente com o uso de um controle remoto utilizado em modelismo. Isso é extremamente importante, pois muitas vezes precisamos ligar e desligar alguma coisa remotamente, por exemplo, faróis de LEDs, sirenes e outros. Mas aí vem a questão. Como fazer isso?

Existem muitas formas diferentes para resolver essa questão. Aqui nesse artigo vou indicar uma forma simples de solução, para tornar mais acessível a qualquer pessoa que esteja interessada em fazer. É um simples circuito com relê que pode acionar dispositivos remotamente. Você vai precisa de 2 diodos, 1 servo do tipo 9 gramas e 1 relê.
A ideia é bem simples. O servo de 9 gramas é o ‘cérebro’ da coisa toda. Dentro dele existe um pequeno circuito eletrônico e vamos fazer uso dele para poder facilitar a criação do pequeno projeto. Esse circuito já está preparado para ser ligado ao receptor de rádio controle. Isso é um ponto muito positivo, facilitando assim para que qualquer um possa fazer esse desenvolvimento.

Você pode até usar um servo com defeito, desde que o mesmo não seja na parte eletrônica. Assim, pode haver defeito na parte das engrenagens, pois elas não vão servir para absolutamente nada nesse projeto. Portanto a primeira coisa a fazer é conseguir um servo e desmontar ele. Abra e retire as engrenagens e a pequena placa de circuito impresso. Essa placa possui fios em 2 extremidades. Em uma delas entram os três fios que possuem o conector para ligar ao receptor do rádio controle. Já na outra extremidade a pequena placa está ligada ao motor elétrico. Você deve cortar essa ligação que aciona o motor. Pois no nosso caso não precisamos acionar esse motor, afinal queremos acionar o relê que será ligado em breve.

Mas antes de ligar o relê nós vamos usar também dois diodos. Esses diodos são do tipo retificadores de silício. Dentro disso, podemos utilizar o 1N4007, 1N4001, 1N4148 e vários outros. Esse componente não é crítico no projeto. O diodo é um componente que permite a corrente circular somente em 1 sentido. Assim, ele vai servir no projeto de proteção ao relê.
Para ajudar você eu gravei um vídeo com o passo a passo que você precisa fazer na soldagem para ter sucesso nesse projeto. Depois, aparece aqui ou lá no canal no YouTube e deixa seu comentário.

Quer montar um aerobarco pantaneiro de isopor Depron?

Nem todos os barcos funcionam da forma tradicional, ou seja, com um hélice sob a água. Alguns podem ter seu princípio no impulso por meio do ar e não pela água, como o caso dos aerobarcos. Isso se traduz em vantagens, como por exemplo, a capacidade de navegar em águas muito rasas, pois não existe eixo e hélice dentro da água sob risco de colidir com o fundo da lagoa, canal ou mar.

No caso dos pequenos barcos de controle remoto, um aerobarco torna-se um meio termo entre um aeromodelo e um nautimodelo (avião e barco). Assim, você pode utilizar componentes que iriam dentro de um aeromodelo na construção do seu aerobarco, seja ele elétrico ou mesmo com motor de combustão interna. Isso me lembra inclusive uma reportagem que li muitas décadas atrás em uma revista de modelismo. Um aeromodelista morava bem longe da área de voo de sua cidade. Porém nas proximidades de sua casa existia um rio. Esse fato o levou a construir um aerobarco com as partes do avião. Pela reportagem datar de muitos anos atrás, àquele período ainda vivíamos com os altos preços praticados nos itens de modelismo. Então esse senhor mencionado por essa reportagem, a todo momento tirava as peças do aerobarco e colocava no avião e vice-versa. Assim, quando não conseguia ir até a pista de voo, brincava na água com seu aerobarco.

Hoje em dia os preços dos itens de modelismo são bem mais acessíveis, então não é necessário desmontar um para montar outro. Mas saiba, como dito, que as partes de um aeromodelo são as peças centrais para a construção do seu aerobarco. Portanto, no caso de um aerobarco elétrico, você pode utilizar o servo para o controle da direção, o ESC para o controle da velocidade, o BEC para alimentar o circuito do receptor, a mesma hélice que usava no aeromodelo, a mesma bateria LIPO que estava no avião e o mesmo receptor.

Quanto a construção da estrutura do aerobarco existem diferentes opções. Você pode usar balsa ou até mesmo madeira do tipo compensado naval. Pode ainda fazer em fibra de vidro, o que dará um aspecto final bem profissional se você tiver habilidade para trabalhar com esse material. Ou ainda construir de isopor do tipo depron. O meu foi construído com depron. Trata-se de um tipo de isopor bem resistente, assim permitindo a construção de modelos com dimensões maiores. No meu caso, a parte do acabamento ficou por conta de uma película tipo as utilizadas em envelopamento de automóveis. O acabamento ficou perfeito. Mas você pode também utilizar adesivo do tipo contact para fazer um acabamento semelhante ao que fiz.

Nesse vídeo abaixo eu mostro em detalhes o aspecto final do aerobarco. Veja como ficou muito bonito. Ah, depois deixa seu comentário aqui no blog ou lá no canal do YouTube.

Posso ligar meu motor em uma bateria que possui a mesma tensão, mas uma alta capacidade de corrente?

Essa é uma pergunta que ouço sempre dos meus alunos. Eles ficam na dúvida com relação a capacidade de fornecimento de corrente. Eu lhes explico. O importante é que a tensão seja a mesma. Ou seja, se você tem um motor que funciona com 12 Volts e uma bateria que possui 12 Volts está tudo bem. Mesmo que a bateria possua uma capacidade de fornecimento de corrente de 50 A/h isso não é nenhum problema. Na verdade é até ótimo. Isso significa que será possível alimentar o tal motor por muito tempo até que seja preciso fazer uma nova carga na bateria. Você também pode ligar o motor a uma fonte de menor tensão como por exemplo 6 Volts. Porém nesse exemplo que citei acima o motor irá girar mais devagar, mas não há risco de estragar o mesmo. Só não pode fazer o contrário, ou seja, ligar o motor de 12 Volts em 24 Volts, por exemplo.