Você já imaginou em medir o consumo de corrente em um receptor 2.4GHz?

A fonte de alimentação possui uma série de limitações que devem ser observadas no uso. Podemos citar o peso, tamanho, tensão e capacidade de fornecimento de corrente. Vamos tratar de um desses aspectos nesse artigo, a capacidade de fornecimento de corrente.
Vamos supor que temos uma bateria com uma capacidade de 1 A/h. Quando formos utilizar a mesma para ligar um circuito há necessidade de verificar se esse parâmetro atende adequadamente. Com o uso de um multímetro é perfeitamente possível saber quanto de corrente é consumida por um circuito. O importante é o multímetro possuir uma escala grande no tocante a medição de corrente em circuitos de corrente contínua. Sempre que utilizar um multímetro comece pela maior escala que esse instrumento é capaz de acusar. Assim você evita a queima do mesmo. Uma observação importante aqui é que os multímetros normalmente só possuem escala de medição de corrente contínua. Para se medir o consumo em corrente alternada é necessário usar um alicate amperímetro. Porém no nosso caso, estamos alimentando com uma tensão oriunda de baterias. Dessa forma estamos usando corrente contínua.
Ainda falando de escalas, existe uma grande variedade de multímetros que são capazes de medirem até 10A de consumo de corrente CC. Um valor bastante elevado, o que permite uma série de medidas na bancada. Com essa escala eu consigo medir o consumo de equipamentos muito maiores como por exemplo, grandes motores CC.
Mas nesse exemplo aqui eu gostaria de medir algo menor e talvez essa escala não forneça toda a precisão que podemos atingir nessa medida usando uma outra escala de medição de corrente CC. A minha intenção no vídeo abaixo foi medir o consumo de corrente do receptor com um servo ligado ao mesmo.
Usei um servo digital com bom torque. Essa medida ajuda muito na hora de projetar qual a alimentação que será fornecida ao circuito receptor. Assim, você pode gastar menos dinheiro e ainda deixar o modelo mais compacto e leve fornecendo a ele uma bateria sob medida. Vamos ver na prática o resultado.

Você também vai gostar de ver:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *